Meio Envolvente

O estudo realizado ao Meio Envolvente na Região Autónoma da Madeira permitiu evidenciar os seguintes resultados principais:

  • Os residentes apresentam um sentimento de segurança moderadamente positivo (68,4 pontos percentuais) e consideram a Qualidade Global da Região, enquanto local de residência, como positiva (75,6 pontos percentuais).
  • Da análise global dos indicadores, conclui-se que a Limpeza e higiene dos locais (75,6 pontos), as Acessibilidades das redes viárias (73,9 pontos) e a Qualidade da água (73,7 pontos), são os indicadores mais positivos. Por sua vez, os Flagelos sociais, como toxicodependência, alcoolismo ou violência doméstica (48,4 pontos), e a Qualidade urbanística e de ordenamento do território (62,6 pontos), são os indicadores de percepção menos positivos identificados.

A percentagem de residentes que indicaram fazer movimentos pendulares foi de 57,2%. O tempo médio gasto pelos residentes em movimentos diários para o trabalho ou local de estudo (ida e volta) é de 35,4 minutos.

A comparação das percepções dos residentes e turistas permite evidenciar que as maiores diferenças entre ambos surgem nos indicadores Região segura relativamente a actos criminosos e furtos e Qualidade paisagística e ambiental. Por oposto, no indicador Região inovadora e virada para o futuro os residentes fazem uma avaliação ligeiramente superior à que corresponde aos turistas.

Quadro - Indicadores


Consulte ainda a Avaliação da Satisfação dos Residentes com o Meio Envolvente

Voltar ao topo
Pesquisa avançada
 
Pesquisar
Pesquisa avançada

Desenvolvido pela Arkikstudio